Há coisas que eu nunca vou aceitar

Olá gente

Há coisas que me tiram mesmo do sério.
Exemplo:há aquela pessoa a quem a vida deixou de sorrir por causa da crise, por culpa de passos mal dados, de escolhas erradas, ou seja, por uma variedade de motivos. No seu desalento sai-lhe da boca: porquê a mim? Perante isto dá-me cá umas ganas de responder- se calhar é por causa disso mesmo. Egoísmo não pode atrair coisas boas, não é?! Se fosse a outra pessoa que acontecesse tanto azar, já não havia problema? Ah! Pois, eu cá nunca fui feliz com o mal alheio!, nem nunca desejei que o meu mal saltasse para o colo de outro! Para além disso as coisas menos boas que me acontecem têm sido fruto das minhas (más) decisões e escolhas e só eu devo aguentar com as consequências.
Enerva-me tanto que pessoas, já com idade suficiente adulta, não consigam ser observadores das suas próprias ações e se considerem sempre umas vítimas do destino! Já não tenho paciência, nem me apetece lidar com pessoas assim, por isso vou evitar antes que fique mal do figado.

Beijinhos e abraços


Comentários

  1. Concordo, o meu sofrimento também é por culpa minha, das minhas más decisões, mas por vezes custa encontrar uma saída, bater as portas e elas continuarem fechada, por isso acredito que há pessoas que dizem isso com o desespero.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Como cozinhar couscous.

Receita de detergente caseiro para a máquina da roupa.

Tira borboto - económico e eficiente.