Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2014

Como fritar sardinhas de forma mais rápida e eficiente.

Imagem
Olá a todas (os)

Como tenho dito, por diversas ocasiões, eu sou amante de peixe, de quase toda a espécie. O meu preferido é, sem dúvida, o salmão grelhado. Tenho vezes em que me dá umas saudades de sardinhas pequeninas fritas, à moda da D. Laura (senhora minha mãe). A receita dela consiste em temperá-las com sal, limão e alho e passá-las por farinha de trigo, antes de as fritar.  Há dias o meu marido, numa conversa com um colega , teve uma dica para fazê-lo de uma forma rápida e eficiente. Aqui partilho, para facilitar a tarefa a quem também tiver estes impulsos gastronómicos.
enfiam-se quatro a quatro em palitos

e no momento de as virar, viram-se quatro de cada vez, diminuindo muito o tempo gasto,

evitando também que o óleo se queime devido à morosidade do processo

Beijos e abraços para todas (os) e façam o favor de ter um bom fim-de-semana

Ainda refletindo acerca da crise, e vendo, apesar de todos os estragos que ela tem feito, o que há de melhor nela.

Imagem
Olá a todas (os)
Há milhentas famílias fragmentadas devido a toda esta conjuntura socioeconómica que vivemos. Há sem dúvida muito mais pessoas (gente como nós) que viviam bem e hoje estão no limiar da pobreza. Daqui não podemos de modo algum tirar muitos pontos positivos, porque os negativos se enovelam uns nos outros. Podemos, sim, tirar algumas lições que podem ser preciosíssimas no futuro. O endividamento, por tudo e por nada, é uma delas. O comprar porque carolice; comprar porque fulano ou sicrano tem; comprar porque é topo de gama, quando o que temos velho funciona na perfeição; comprar porque queremos experimentar como é (coisas caras, que se entenda), tudo isso deve ser avaliado no futuro, lições pois a aprender. Agora falando dos que apesar desta crise terrível ainda mantêm os empregos e vivem deprimidos. A estes (eu incluo-me neste grupo, dos que têm emprego, não dos deprimidos), aconselho, para que não entrem em depressão a, por cada ponto que vos vai sendo subtraído, tentem …

Pequeno almoço de passarinho!

Imagem
Olá a todas (os)

Há alguns meses falei aqui do que eu costumava comer ao pequeno almoço. Era esta mistura feita por mim em casa, sendo que mais tarde vim a descbrir que havia à venda, numa versão ainda mais moída, e que lhe chamam ração humana.


Com o tempo acabei por me fartar porque eu gosto mesmo é de sentir os alimentos na boca. Durante alguns meses as minhas compotas caseiras com pãozinho de centeio e o leite com café foram o meu novo pequeno almoço. Entretanto, e como tenho ganho uns quilitos, decidi voltar à primeira opção, optando por colocar os frutos secos pouco partidos. Agora faço assim: -ao acordar, e seguindo o conselho da Rita Domingues, tomo um copo de água morna com sumo de 1/2 limão - Numa tigela coloco algumas amêndoas com pele grosseiramente fatiadas, 3 nozes aos quartos, sementes de girassol e de linhança inteiras, duas colheres de sopa de flocos de aveia, 3 colheres de sopa de flocos de trigo integral, uma colher de sobremesa de mel biológico (que comprei ao meu m…

A minha bolsa da Natura.

Imagem
Olá a todas (os)

Tal como sabem eu sou uma pessoa que não gosta de comprar. Não gosto de ir às compras. Não preciso disso para ser mais feliz, antes pelo contrário.   As coisas que tenho e gosto, eu preservo, trato, cuido para que durem o máximo. Acontece exatamente isso com esta bolsa da natura que já está comigo há uns aninhos e que me foi oferecida, por ocasião do meu aniversário, pela minha cunhada Mafalda. O uso frequente acabou por trazer mazelas nas alças, como dá para ver nas imagens



O resto dela (a maior parte) está impecável. Então decide recuperar-lhe a parte danificada para ver se a  mantenho comigo mais uns tempinhos.
Comprei um rolo de fita de tecido, a 1.50 E,  colei a toda a volta e ficou a assim




Assim se vai adiando, por aqui, o fim de vida das coisas.

Beijos e abraços para todas (os)

Roupa abandonada = doação para pessoas carenciadas.

Imagem
Olá a todas (os)

No domingo ao sair de casa para ir almoçar a casa da avó do P., deparei-me com este cenário à porta do meu prédio

Quando regressei  o monte de roupa ainda lá continuava. Primeiro pensei que alguém tivesse, acidentalmente,  rebentado o saco que a transportava e tivesse ido a casa buscar um novo para a colocar dentro. Como se passaram algumas horas e ela lá continuava, comecei a pensar que se eu não fosse lá buscá-la alguém a colocaria no contentor do lixo. Peguei numas luvas e num saco grande e trouxe-a para cima. Na foto não dá para ver, mas são roupas em muito bom estado (tamanho L- de homem e de senhora). Neste momento estão num saco na minha varanda a aguardar serem lavadas, para que eu as possa doar a alguém, mas este tempo está tão complicado para secar que têm mesmo de esperar.  Situações como esta deixam-me-me completamente indignada. Na minha cidade o que mais há são contentores para recolha de roupa e calçado (na zona onde moro há dois ).Como é que é possive…

Algumas atitudes que eu tomei para reduzir desperdícios.

Imagem
Olá a todos

Hoje venho partilhar convosco atitudes que eu introduzi na minha vida para reduzir desperdícios. Aqui vai:
1.Todos os dias quando vou ao pão levo comigo o meu saco de pano (transformei uma blusa manchada) – reduzo o desperdício do papel.
2. Quando tenho de comprar queijo, ou fiambre, compro fatiado na hora, para além de levar menos conservantes do que o fatiado e embalado, não levo para casa a embalagem plástica – reduzo ao desperdício do plástico.
3. Levo sempre (bem quase) saco reutilizável para trazer as compras para casa.
4. Deixei de comprar água engarrafada, agora tenho um filtro (brita) e bebemos água da torneira – reduzo o desperdício do plástico.
5. Faço detergente para máquina da roupa – reduzi o plástico e protejo o ambiente.
6. Reutilizo objetos para outras funções para evitar trazer mais “tralha para casa”.
7. Uso sabão natural ou  sabonete, em vez de gel (nem todos aceitam esta ideia cá em casa), que para além de ser muito mais durável, vem envolto em papel que é um …

Retalho de pele sintética = bolsinha de telemóvel

Imagem
Olá a todas (os)

Desejo que tenham passado um fim-de-semana tranquilo. O meu foi caseiro, para não variar muito, em família e em paz.
Como vocês sabem, eu dificilmente descarto objetos que me possam vir a ser úteis para reciclar e reutilizar. Retalhos, restinhos de tecidos, fitas de presentes e fios são daquelas coisas que eu guardo sempre. Este retalho de pele sintética já me foi útil noutras ocasiões, mas como ainda sobra um bom pedaço decidi fazer uma bolsinha nova para o meu telemóvel.




Eu gostei do resultado, e vocês que me dizem?

Beijinhos e abraços

Vidros com flores, um verdadeiro charme!

Imagem
Olá a todos:
Hoje deixo mais uma sugestão para reciclagem de frascos de conservas. Assim de repente são objetos sem muita graça, mas enfeitados e com umas flores dentro, dão um ar fresquinho e alegre a qualquer casa, ficando bem em qualquer decoração!







Eu acho todas lindas, lindas!

Beijinhos e abraços e um fim-de-semana cheio de alegria

Suporte diferente para espelho.

Imagem
Olá a todos

A minha filha mais velha para além de vaidosa, gosta imenso de dançar (street dance e hip-hop). Há muito tempo que ela andava a pedir para lhe colocarmos na parede do quarto um espelho, de modo a poder treinar novas coreagrafias e aperfeiçoar alguns movimentos (para além de se poder ver constantemente ao espelho, como é óbvio). Como a vida não está para gastos (evitamos comprar tudo o que não seja estritamente necessário), não nos preocupamos muito  em atender o pedido dela. Para além disso, agora estarmos a ter uma despesa extra, devido ao decréscimo no seu rendimento escolar. Está a ter apoio num centro de explicações e não tem sido fácil arcar com mais esta despesa. Há dias, quando dava a volta às tralhas da garagem descobri, lá num cantinho, por detrás de uns vidros que aguardam serem reciclados, um espelho um pouco partido num dos cantinhos, mas em bom estado geral. Foi uma das coisas que eu guardei de um negócio que tivemos no passado, e que nunca mais me lembrei da …

MR no alto dos seus 5 anos diz...

MR: mãe,  não entendo porque é que as botas são iguais e uma magoa-me e outra não.

No outro dia, depois de se ter portado de forma pouco exemplar (como acontece a qualquer um de nós):
Pai: então Rita, como correu o dia? Portaste-te bem?
MR: Não sei, não me lembro, vou ter de pensar e depois digo-te (com um ar impertubável)

Ontem, e a propósito de nada (aparentemente) diz:
- sabes mãe eu acho que um dia, quando tivermos de morrer, deviamos morrer todos ao mesmo tempo,  porque assim nunca teriamos saudades uns dos outros (engoli em seco e fiquei a matutar...)
Beijinhos e abraços

As relações só conseguem verdadeiramente felizes se antes de se unirem dois corações, se unirem duas almas.

Imagem
Olá a todos:
Hoje estou no modo “REFLEXÃO”.
- Quando falamos de relações felizes devemos sublinhar que os encontros de sedução não serão, jamais, suficientes para a felicidade de um casal. Numa relação, para além da sedução entre duas pessoas, deverão antes de tudo, existir muitos abraços “porque sim” e muitos olhares entendidos. Acredito que duas pessoas juntas só serão verdadeiramente felizes, se antes de unirem seus corações, unirem primeiro suas almas. Quando existe só a sedução, nos intervalos, fica o vazio dos abraços "porque sim" não dados, das palavras não ditas, dos olhares não entendidos e que jamais serão resgatados.

Beijos e abraços para todas (os)

Dica para poupar energia quando utilizar o microondas.

Imagem
Olá a todos

Hoje venho partilhar convosco uma dica  para poupar energia quando precisamos de aquecer mais que uma coisa, dentro de recipientes grandes, no microondas.
Voilá



Não está mal pensado, não acham?

Beijinhos e abraços

"Más maneiras de sermos bons pais"

Imagem
Olá a todos

No fim de semana passado acabei de ler este excelente livro de Eduardo Sá. Embora não sendo de uma leitura simples, gostei imenso. Ele faz com que façamos uma introspeção acerca da forma como somos enquanto pais, e da normalidade que são as nossas imperfeições. Ajuda-nos a descobrir-nos a nós próprios tendo em conta a nossa infância e os afetos que dela trouxemos. Ajuda-nos a entender o quão duro  pode ser o mundo das crianças independentemente do amor que lhes dedicamos. Ajuda-nos a perceber e a refletir numa imensidão de aspetos da nossa vida, que à maioria de nós nunca  terá ocorrido.

Fica aqui a sugestão

Beijos e abraços para todas (os)

Do fim de semana ficaram momentos

Imagem
Olá gente

O fim de semana foi de biscoitos caseiros variados e de bolachas feitos por mim e pela minha ajudante especial

foi de pizzas caseiras


Não liguem às fotos porque a coisa correu bem melhor do que parece a fotografa é que não lhe ganha o jeito. Foi pois no modo caseiro, porque a chuva pelas minhas bandas não tem dado tréguas. Quando parece que o sol vai dar o ar da sua graça, basta a gente virar costas para ir buscar o casaco e já o céu se pôs de novo cinzento escuro. Não S. Pedro, assim não vale.  Pensa bem, mas isto não é vida. Nós precisamos de sol para animar um pouco o espírito. As crianças precisam de apanhar ar, correr e saltar lá fora para desgastar energias. Enquanto decides nós por cá vamos inchando de tanto petisca daqui e dali para ir buscar a energia que o sol não nos traz. Serás pois responsável pelo aumento de peso de algumas criaturas do senhor (nelas me incluo), Pensa bem S. Pedro, pensa bem na responsabilidade que tens entre mãos! É assim, deixando o S. Pedro…

Botões+clips = marcador de livros.

Imagem
Olá a todos

Hoje venho partilhar esta ideia tão simples, bonita e de rápida execução. Poderá ser uma lembrança  para uma pessoa especial que gosta muito de ler, ou para nós mesmas (os).
Só é necessário arranjar uns clips grandes coloridos, ou sem cor,  pintá-los com uma cor do nosso agrado e colar aqueles botões giros que temos guardados há tanto tempo para um dia serem utilizados, nem nós sabemos em quê. E voilá, prontissimos os nossos marcadores de página.


Imagem tirada da net
Digam lá se não é uma ideia orignal.

Beijinhos e abraços para todas (os) vocês e tenham um bom fim de semana.

Garrafões de água vazios = sapateira

Imagem
Olá a todos

Já há muitos meses atrás, quando ainda comprava água engarrafada (em garrafões) tive a ideia de fazer um sapateira. No hall da entrada de minha casa tenho dois armários embutidos enormes, cuja prateleira de cima de um deles, por ser muito alta,  estava quase vazia. Para além de ser muito alta é muito escura e não dá para visualizar fácilmente o que lá se coloca (ainda hei-de arranjar forma de iluminar este espaço). Assim o que fiz foi guardar bastantes garrafões vazios, cortar-lhes-lhes o gargalo e agrafá-los uns aos outros, fazendo duas filas de 10 garrafões cada. Aí coloco o calçado fora de estação e aquele que uso menos como é o caso dos saltos altos. Ficou o calçado organizado sem gastar dinheiro e sem trazer " outro lixo " para casa.
A ideia é esta,



só que no meu caso na horizontal. Esta imagem encontrei por mero acaso hoje e decidi tirar para ilustrar a ideia uma vez não consigo tirar fotografias decentes da minha (a falta de luz não ajuda).
Para quem qui…

A natureza dentro de casa. Amei!

Imagem
Olá gente

Se há coisas nesta vida que me enchem as medidas são as coisas maravilhosas que a natureza nos oferece todos os dias gratuitamente.
Encontrei estas imagens tão lindas e que têm tudo a ver comigo. Se eu tivesse uma casa, em vez de um apartamento t2, seria do estilo rústico, para poder decorar com pedacinhos da natureza.
Vejam só



são lindas, não são?

Beijinhos e abraços e tenham um lindo dia

Pintura - uns dos passatempos preferidos das crianças.

Imagem
Olá gente

As minhas filhas sempre gostaram imenso de pintar, tal como acontece com a maioria das crianças. Nunca fizeram grandes obras de arte, mas o prazer de misturar as tintas é enorme e eu de vez em quando lá compro umas telas (na loja dos chineses devido ao preço) para elas ( agora mais para a mais nova, porque a mais velha já começa a ficar muito " crescida" para estas coisas) fazer gosto às mãos e aos olhos.
Aqui vos deixo algumas das últimas obras delas. Tenho imensas armazenadas na garagem por não dar para pendurar todas (as paredes do quarto delas já tiveram muitas  mas como a mais velha está na fase dos posters, tive de arranjar espaço para ela crescer).




Pintar é sempre divertido e uma excelente alternativa para ocuparem o tempo nos dias de chuva.
Beijinhos e abraços



Tarte de fiambre.

Imagem
Olá gente

Entre as coisas que foram feitas no fim de semana, uma delas foi esta tarte de fiambre que ficou uma delícia. Este tipo de cozinhados faço habitualmente ao fim de semana que é quando o tempo não é um obstáculo. A dificuldade não é nenhuma, demora é um bocadinho tendo em conta o tempo de ir ao forno.

Ingredientes
1 cebola pequena  3 dentes de alho
1 couve coração pequena
1/2 cenoura
200 gr de fiambre em posta
4 ovos
1/2 pacote de natas magras
1 base de massa quebrada
sal qb
pimenta preta qb
azeite qb

primeiro grelhei o fiambre partido aos cubinhos numa frigideira anti-aderente e reservei. De seguida parti finamente a couve, a cebola, o alho e raspei a cenoura e levei a saltear num pouco de azeite temperados de sal e pimenta qb. Entretanto levei a base quebrada ao forno até dourar. Quando os legumes ficaram macios adicionei o fiambre grelhado. À parte bati os quatro ovos com um garfo, juntei meio pacote de natas e temperei de sal.  Retirei a massa do forno, espalhei sobre el…

Ambientador caseiro.

Imagem
Olá gente
Hoje venho partilhar convosco mais um ambientador caseiro. É ecológico e é muito em conta. Basta colocarem uma vela dentro de um recipiente, envolverem-na com grãos de café (para quem gostar do cheiro). Com o calor transmitido pela vela, os grãos libertam o seu agradável odor,  perfumando o ambiente. Também funciona com paus de canela aos pedacinhos (eu já testei).



Beijinhos e abraços
Bom fim de semana com muitos aromas gostosos

O lado positivo da avaria no termostato da máquina de lavar roupa.

Olá gente

Estava eu aqui a pensar (podia até ser no fim de semana que aí está à porta e em coisas giras que gostava de fazer, mas não...) que o facto (detesto o ACORDO ORTOGÁFICO)  do termostato da máquina de lavar roupa ter avariado acerca de  7 meses, que não me tem trazido nada de negativo na conclusão, com sucesso, da lavagem da roupa. Aliás, a meu ver eu só tenho tido lucro com isso.
1º não gastei dinheiro na reparação
2º a roupa acaba por não perder a cor com tanta facilidade, para além de que durará mais tempo
3º baixo a factura da EDP

Claro que na 1º avaria, tendo eu colocado  roupa clara a 30 graus, quando dei conta a água fervia  literalmente e houveram peças que nem aos nenucos da minha filha serviram.
Mesmo as coisas menos boas  que nos acontecem têm sempre o seu lado positivo. Não acham?

Beijinhos e abraços

Traição.

Imagem
Mesmo nunca tendo confiado cegamente, não deixo de sentir a mágoa desta mentira como uma traição à confiança depositada. E dói, dói muito.O problema é mesmo este

Imagem
Árvores do Inverno vistas pelos olhos de uma criança. Doces lembranças

Beijinhos e abraços

Vamos fazer tudo o que nos for possível pelo planeta?!

Imagem
Olá gente

Um dos maiores propósitos que me levou a criar este blogue, e embora não passe o tempo todo a falar do assunto, foi tentar sensibilizar o máximo possível de pessoas do quanto é necessário tomar-mos (nem que seja pequenas) atitudes no sentido de proteger o planeta da poluição a que está sujeito todos os dias, quer pela ambição desmedida dos mais poderosos (ricos), quer pela consumismo exagerado na maioria de nós, quer pelo desrespeito e falta de civismo de grande parte dos seres humanos. Quando presencio estas tempestades não habituais, tornados em pleno Portugal, o mar a galgar furiosamente a terra  não deixo de pensar que a natureza está a "demonstrar a sua revolta pelo mal que estamos a fazer". Quando posto temas como: reaproveitamentos, transformação de objetos, horta na varanda, reciclagem é sempre (claro que a poupança também conta) no sentido de fazer com que as pessoas ponderem outras possibilidades, antes de se descartarem de determinadas coisas. Quando fal…

Dia 7 de Janeiro é garantidamente o meu dia mais nostálgico do ano.

Imagem
Olá gente

Hoje é garantidamente o meu dia mais nostálgico do ano. É o dia de despir a casa dos enfeites de Natal.  Fica um vazio enorme no lugar da gigantesca árvore e não há planta que a substitua. O brilho das luzes apagam-se até o próximo Natal. Custa-me tanto, mas tanto ter de fazer esta parte. Eu sei que entretanto me habituo, e no lugar dos enfeites de Natal surgirão outros de acordo com o estado de espírito que eu preciso de manter até ao próximo Natal. Tudo surgirá naturalmente quando eu curar esta "ressaca".

Beijinhos e abraços para todas (os)

Atividades de fim de semana - destralhar e construção de carro de caixa de papelão.

Imagem
Olá gente

Este fim de semana foi de vento e chuvinha até dizer basta, pelo vistos por todo país. O programa familiar, com marido ausente, constou pois de atividades caseiras. Destralhar, destralhar e destralhar foi o que fiz sábado toda a manhã. Fiquei bem mais "leve", sem dúvida, e a casa com mais espaço. À tarde a minha Ana foi à festa de anos da melhor amiga e eu e M.Rita estivemos a construir um carro de caixa de papelão a pedido insistente da mesma. Não quis jogar dominó, nem caça ao tesouro, nem às maquilhagens. O pedido foi sempre o bendito carro de papelão. Assim metemos mãos à obra e com material que tínhamos em casa, conseguimos fazer qualquer coisa como isto





Não foi grande coisa, não,  mas para quem não tinha preparado o projeto, a coisa até podia ter sido pior. Ficou no ar a promessa de fazermos um mais elaborado, com uma caixa bem grande, para caber também o "bébé" Catarina. Ao serão, bem enroladinhas no sofá, houveram pipocas e filme.  Dormir, dormim…