"Más maneiras de sermos bons pais"

Olá a todos

No fim de semana passado acabei de ler este excelente livro de Eduardo Sá.
Embora não sendo de uma leitura simples, gostei imenso. Ele faz com que façamos uma introspeção acerca da forma como somos enquanto pais, e da normalidade que são as nossas imperfeições. Ajuda-nos a descobrir-nos a nós próprios tendo em conta a nossa infância e os afetos que dela trouxemos. Ajuda-nos a entender o quão duro  pode ser o mundo das crianças independentemente do amor que lhes dedicamos. Ajuda-nos a perceber e a refletir numa imensidão de aspetos da nossa vida, que à maioria de nós nunca  terá ocorrido.


Fica aqui a sugestão

Beijos e abraços para todas (os)

Comentários

  1. Uma ótima sugestão...não fosse eu fã assumida de Eduardo Sá! Sempre tão sábio nas suas palavras.

    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  2. Ainda não li, mas não duvido que seja um ótimo livro. Aliás, como tudo aquilo a que o autor já nos habitou sempre que fala ou escreve sobre estes assuntos. Nas suas palavras, há sempre algo de novo a aprender ou que, pelo menos, nos faz refletir sobre muito do que somos e fazemos...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Sempre temos a aprender algo, sem qualquer dúvida, não fossemos nós seres imperfeitos. Costumo dize que qunto mais aprendo mais noção tenho do quanto sou ignorante.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Olá Lassalete,sou fã do Drº Eduardo Sá,gosto muito de o ouvir falar.
    Não li o livro,mas lembrei-me de um texto que li há dias e que nos faz pensar como ás vezes os filhos são educados.

    Neste caso são algumas maneiras de criar um filho deliquente "não sei se a palavra não será forte mas é assim que se intitula o artigo."

    1. Dê a seu filho(a) tudo que ele pedir. Pensará que tem direito a tudo que desejar.

    2. Ria quando seu filho(a) disser palavrões. Crescerá pensando que o desrespeito é normal e divertido.
    3. Nunca repreenda seu filho(a) por mal comportamento. Crescerá pensando que não existem regras na sociedade.

    4. Recolha tudo que seu filho(a) bagunce. Crescerá acreditando que outros devem assumir suas responsabilidades.

    5. Permita que ele(a) assista o que quiser na televisão. Crescerá acreditando que não há diferença entre ser criança e adulto.

    6. Deixe que ouça musicas que vulgarizam a mulher, estimulem o sexo sem compromisso, a violência com o diferente.

    7. Dê a seu filho(a) todo o dinheiro que peça. Crescerá pensando que obter dinheiro é fácil e não duvidará em pegar quando não conseguir.

    8. Coloque-se sempre a favor dele(a), independente da circunstância, contra vizinhos, professores, autoridades. Acreditará que sempre está certo e os outros o perseguem.
    Beijinhos,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Natália

      Também já tinha lido este texto há algum tempo atrás e pensei que se às vezes o resultado nem sempre é o melhor, a educar com bons principios e regras, imagine-se deixando a "rédea solta"

      Beijinhos

      Eliminar
  5. Olá
    leituras são sempre bem vindas para aprofundar nossas reflexões e adquirir conhecimento. Muito boa a dica sobre o livro de Eduardo Sá.
    bjs Zizi
    (não sei porquê, não estou conseguindo ser seguidora de nenhum blog atualmente.
    tentei, mas não consegui)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Zizi
      Os livros nos ajudam a crescer. A ficar mais ricos.

      Não se preocupe se não conseguir, não tem mal.
      Beijinhos

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Como cozinhar couscous.

Receita de detergente caseiro para a máquina da roupa.

Tira borboto - económico e eficiente.