De meias velhas podemos fazer....

É um facto que ter crescido no seio de uma família numerosa de onze elementos, com bastantes dificuldades económicas, contribuiu para desenvolver a minha imaginação. Quando as coisas não nos caem nas mãos à que trabalhar para conseguir umas e à que colocar o cérebro a funcionar para realizar outras.
Há dias veio-me à memória o que nós (família) fazíamos com as meias velhas que já não tinham mais por onde coser.  Com umas fazíamos luvas para tomar banho e com outras fazíamos tótós. No seguimento desta memória ontem peguei num par de meias velhas (as biqueiras estavam gastas e já tinham buracos) da Maria Rita, que eu apreciava as cores, e transformei-as.
Cortei em 3 partes cada meia, descartei as biqueiras, uni as partes exteriores de cada uma das outras partes e coloquei um elástico no seu interior.
A Maria Rita ganhou quatro tótós novos com um par de mais velhas. (guardei as biqueiras para fazer qualquer coisa com elas).


Eu já tinha feito algum tempo o mesmo com 2 pares de collants da M.R., uns brancos e outros com um padrão também muito giro.

Como vêem (quase) tudo pode ter uma segunda oportunidade.

Fiquem bem

Até ao próximo post



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Como cozinhar couscous.

Receita de detergente caseiro para a máquina da roupa.

Tira borboto - económico e eficiente.